sábado, 17 de agosto de 2013

olha eu aqui de novo...

Como estão minhas Barbies? Eu... tenho tantas coisas pra falar, nem sei por onde começar. Nesse meio tempo q me afastei do blog, me afastei das dietas e da academia, resultado engordei não me pesei mas da pra perceber. Andei pensando q não poderia mais viver assim, escrava das dietas, dependendo disso pra viver, tentei assumir o posto de gordinha feliz, e não deu nada certo. Desfilei no aniversário da minha cidade, no último dia 14, todos os colégios públicos desfilaram, eu e mais 5 garotas estavam puxando a banda, tipo eu lá na frente bem no meio, é um lugar muito desejado por várias garotas. Eu até estava me sentindo bem, mas depois q vi as fotos, nossa a realidade bateu na minha cara, COMO POSSO SER TÃO GORDA? .... também vou desfilar no dia 7 de setembro, na mesma posição, só q dessa vez de vestido e salto. Não posso estar obesa nesse dia, meu Deus como pudi me entregar as compulsoes dessa maneira. Fui fraca, mas tenho q mudar, vou morrer se estiver tão gorda no próximo desfile. DETALHE: Desfilarei ao lado de 2 thinspos e 2 gostosas. Ou seja não posso ser 'A GORDA'. Tô meio q me forçando a viver, tentando me arrumar, me cuidar, me maquiar mais, só q a verdade é q isso só é possível se eu estiver emagrecendo constantemente, senão não tem sentido. Aaaaah é tudo tão difícil, eu podia ter nascido magra, seria tão simples. Nesses últimos dias minha vida pessoal tá um caos, tenho brigado muito com meu príncipe. Ele é muito compreensível, mas tem seus defeitos, além do ciúmes exagerado, quer mandar na minha vida, tenho q fazer o q ele quer na hora q ele quer, aff... também não tenho sido uma boa menina, estou mestr* e muito chata e zangada. Apesar disso o q mais me chateia é q não paro de pensar no Jr, ai ai, o q fazer se não esqueço o traste, e ainda me sinto culpada por pensar tanto nele tendo o Di do meu lado. É q parece q quando eu e o Diego brigamos os pensamentos se fortalecem. A saudade é imensa, e vontade de pegar é fora do normal. Mas acho q ele nem lembra de mim. Mas isso não importa (pra quem não faz a mínima idéia do q estou falando contei toda essa história há alguns posts atrás) no fim de tudo fico mesmo sem saber o q pensar. Meu coração é confuso.
No fim de tudo só me basta emagrecer. Será? E se eu emagrecer, e se eu virar thinspo, tudo isso, toda essa angústia vai sumir. Será a magreza realmente é sinônimo da perfeição? O q seria a perfeição. Quando imagino uma garota perfeita no fim me vem o vazio, como se aquilo fosse o fim. Tenho medo, muito medo. Queria um abraço, queria sentir paz. Queria estar satisfeita. Como é ter medo do q se busca? PERFEIÇÃO, não é só um sonho. Virou pesadelo, obsessão, virou necessidade. Tenho medo de não saber parar, mas como se nem comecei? É melhor eu parar de escrever já estou começando a delirar. P. P. S: ah alguém sabe da Fernanda do blog fer Ana? Vi uma nova postagem mais no blog apareceu q o blog dela não existe, se alguém sabe de um novo link me passa please. Anahi q inveja!
byby

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Você sabe o q é passar fome? Eu não. Não do jeito normal. Eu passo fome sim, mas é porque eu quero. Na verdade eu não queria não. Meninas vocês sabem, mas você aí, q não me conhece q entrou no meu blog por acaso, ou por curiosidade, ou por q quer ser uma ana mia ou até porque quer saber o q se passa na cabeça de uma menina louca q faz dietas radicais e enfia o dedo na garganta pra vomitar, você não sabe. Você não sabe o q é acordar pela manhã motivada imaginando como vai ser quando for magra, e desabar com a primeira colherada do almoço, pode ser trinta colheradas ou uma só , vai doer do mesmo jeito. Você não sabe o q é se olhar no espelho e ver sua pior inimiga, a gorda q te faz tão desprezível. Você não sabe o q é andar na rua imaginando como as pessoas estão te enxergando, de todos os lados de todos os ângulos, você está gorda, eles riem criticam. Você não sabe o q é não se sentar em lugares públicos por ter vergonha de q percebam suas banhas. Você não sabe da indignação de ver sua amiga comendo o mundo com aquele corpo de modelo. Você não sabe do prazer de vomitar, e culpa q vem depois. Você não sabe o q é ficar horas em frente ao espelho observando o quanto você é imperfeita, feia, torta. Você não sabe do prazer de ver seu sangue escorrendo nos seus braços. Você não sabe do alívio daquela dor. Você não sabe como é gostosa a sensação de fome, e não sabe como ela doi. Você não sabe como é ruim jogar um prato de comida fora sabendo q tem gente precisando. Você não sabe como é chorar com um prato de comida na mão, com fome, mas sem querer comer, porque você vai engordar. você come, e depois volta aos prantos por ter sido fraca e comido aquilo, você chora e chora. Só tem duas opções ou você vomita ou você engorda. Acreditem o incômodo de vomitar nem se compara a o inferno de engordar.

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

sou fraca

Não tenho boas notícias, na verdade tenho comido cada vez mais. Tenho comido como uma pessoa normal, como de tudo até besteiras. Lancho no colégio, geralmente besteira, almoço normalmente, lancho e janto, as vezes como um chocolate. Resumindo: estou no buraco. Não, não consigo sair. São tantas compulsoes q voltei a miar, como se isso me fizesse sentir melhor. Não faz. A partir de amanhã estarei sem internet, por isso estou tentando comentar em todos os blogs hoje, se eu sumir de seus blogs já sabem porque, quando voltar a internet continuarei a visitá-las, mas não me sinto mais bem para postar, não tenho nada de bom pra contar, faço de tudo pra não fazer drama e ficar me xingando aqui, mas tá difícil. Nunca venho dar boas notícias nunca faço nada q preste. Não estou desistindo, na verdade, não sei. Só quero dar um tempo me encontrar. Estou perdida no corpo q hábito, corpo q não é meu, é da gorda. Sou uma gorda inútil sem talento, orca, vaca gorda, descontrolada. VONTADE DE MORRER.

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

escrava do espelho

É isso, ele é quem manda, as vezes acordo me sentindo melhor, me olho, me sinto mais magra e 30 minutos depois lá vou eu me olhar novamente, e vejo a garota mais gorda do mundo. Antes eu me preocupava, dizia a Deus q não queria mais miar, pensava porque era tão fácil ficar sem comer, e agora é tão difícil. Eu queria aquilo de volta. É triste não ser feliz. Na verdade é incômodo saber nunca vou ser feliz, porque nada dá certo.
Aw nada dá certo nunca, a ABC foi pro espaço. Não consigo nada, nunca nunca. Sou uma gorda desesperada, não me considero bulimica, muito menos anorexa, sou só uma gorda com compulsão alimentar, fato. Como tratar disso, não sei. Procurar ajuda? Nunca! Não posso mostrar minhas fraquezas jamais!
Aih só queria morrer! Do jeito mais rápido q existisse [vejam q até pra morte sou uma covarde] mas como deixar tudo? Querem uma razão do porquê continuo viva? Minha filha, minha única razão. Por isso não estou a sete palmos a baixo do chão. Mas aí eu penso o q posso oferecer pra ela? Sou uma garota transtornada, vou virar uma adulta transtornada... Como posso dar a ela a felicidade se não sei ser feliz? Complicado não?
Será q se eu for magra vou ser feliz? Juro q me pergunto isso todo dia. PERFEIÇÃO EXISTE? Porque busco tanto isso? Porque tenho q ser tão perfeita? Porque as pessoas não me aceitam do jeito q sou? Porque eu não me aceito do jeito q eu sou?????
infelizmente, não tenho respostas... Reportagem sobre anorexia no SBT a meia noite.