sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

Hoje ela passeou

La vai ela andando pela rua de pedras. Vestido azul e rasteirinhas de pérolas. Cabelo limpo cor de mel, voando sem dono, espalhando cheiro de morango se misturando a maresia. Todos olham, homens, mulheres e crianças. Eles sorriem felizes olhando pra ela. Mas espere, eles não estão rindo pra você, eles estão rindo de você. Gorda. Quando ela caminha as banhas pulam pra fora. Seus peitos enormes despertam olhares pervertidos de velhos infelizes e miseráveis. Os homens jovens ignoram, nem se dão ao trabalho de enxergar seus olhos úmidos de lágrimas contidas. As crianças cochicham umas pras outras "Olha que baleia está passando" e então lançam suas afiadas gargalhadas de aço contra o coração enfraquecido dela. As mulheres, essas adoram vê-la, todas gostam de ver uma pior, de ver uma mais feia, mais gorda, elas melhoram sua auto-estima e sorriem verdadeiramente. Todos a olham dos pés a cabeça e enxergam seus defeitos. Porque meus defeitos saltam? Eles vêem os pés largos e grandes como de um peão, vêem as panturrilhas enormes inchadas de um jogador de futebol, vêem as celulites expostas naquelas coxas deformadas, vêem aquele quadril deformado carregando três pochetes de gordura no lado esquerdo, no lado direito e na frente, vêem aquela barriga enorme - será que ela está grávida? - não, não grávidas são bonitas, eles vêem peitos tão grandes e tão nojentos nada discretos - essa garota tinha que ser presa por isso - ela concorda, logo vêem também os ombros largos e os braços obesos e têm a impressão de que aquilo pode ser um homem na realidade por serem tão largos aqueles ombros enormes, olham pras mãos gordas com dedos curtos sem unhas nenhuma - quem vergonha, ela come até as unhas, vêem o rosto rosado com sardas discretas, notam que horríveis são as marcas de espinhas que mostram que aquela monstra ainda não têm 20 anos, olham a boca maldita que é enorme e inchada a qual não combina nada com os olhos cor-de-nada pequenos demais, eles nem querem pensar no nariz quebrado, deformado pelo crescimento acelerado gorda nojenta, por fim eles alcançam seu cabelo no meio das costas largas, vêem as pontas duplas, o ressecamento, e descaso, vêem o mel alaranjado que amarela na luz das 16:30. Eles olham tudo, cada detalhe, mas não enxergam, não são capazes de enxergar a solidão e o sofrimento daquela gorda loura. E mesmo que eles enxergacem a dor daquela da troll da cidade, isso seria só mais um motivo pras piadinhas, outras gargalhadas afiadas. Ela volta pra casa contendo seu choro, deixa pra chorar a noite loura. Pega teu celular e posta. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA. EU SOU TORTA.

10 comentários:

  1. Olá. Any!
    Caramba, início poético final dramático
    você tem um dom...
    parabéns antes de tudo!admiro a forma como lida com as palavras
    amiga o seu texto parece ter sido feito pra mim exceto a parte do cabelo cor de mel pq eu tenho cabelos negros e a pele também .
    Só queria dizer que esse ano chegou e se ainda estamos aqui então temos 12 novos meses pra mudar de uma vez por todas
    estou torcendo por você,sei o quão determinada é .
    bjs
    Estarei sempre aqui!

    ResponderExcluir
  2. Any, adorei o texto ficou perfeito, muito poético e tocante, consigo ver cada detalhe e sentir cada emoção em minha mente.
    Forças.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Juro q li o começo do texto cantando ^_~ sou maluca :/// heeey nao a nada torto que não se ajeite ! apenas tenha força menina!!! prove pra todos esses que te olham assim q vc É MAIS!!! MUITO MAIS QUE ISSO!!! Cale a boca de quem um dia fez isso cntg!!! Vc é forte e determinada ! sei disso ;) dá pra perceber pelos teus posts q eu li , então apenas tnha foco foco foco foco!!! Bjao ♡

    ResponderExcluir
  4. Lindo isso , mas não seja tão dura com si mesma , tudo vai se ajeitar tenha força , oque precisar to aqui ! E que magnifico esse texto , e mantenha o foco para um dia todos verem que você pode , tamo junto nessa . <3

    ResponderExcluir
  5. Adorei o texto. A forma como vc escreve parece chegar mais rápido as pessoas, não sei explicar. E eu sinceramente, me identifiquei mt com ele.

    Pq parece q a auto estima de todo mundo ao seu redor é maior que a sua? Eu não consigo mudar isso, pq não há motivos para isso. As vezes só dá vontade de vc esquecer do mundo pq ele me faz sentir-me mal cada vez mais. E eu não consigo mudar isso... Só não consigo mudar ainda.

    Mas temos que ficar tentando, pelo menos eu tento me convencer disso todo o dia.

    Bjss frôo e se cuida.

    ResponderExcluir
  6. poxa vi muito de mim nesse texto sinceramente , lendo me deu uma vontade de chorar e um pequeno pitê de tristeza , mas logo vi a profundidade disso tudo a poesia em sim , a dor expressada , EU SOU TORTA !

    ANY calminha minha beldade ! com o tempo tudo vai se ajeitar , nós vamos nos encontrar em paris talvez , com claviculas e escapas gatos amostras ? talvez !
    pode ser daqui a 10 , 20 anos ou até mesmo em 3 meses , <3 deixe o tempo levar as impurezas , escreva 2015 como se nao ouvesse 2016 , VÁ E PRATIQUE AGORA MENINA! VAI SER FELIZ!

    ResponderExcluir
  7. Minha nossa. Foi você que escreveu ? Se foi ,palmas, está tão tão tão bem escrito! É um texto duro, me angustiou até o osso. Por tudo isso que seu texto fala, foi que decidi me trancar em casa e nunca mais passar por humilhações desse tipo .Simples assim . Tem uma hora que não dá mais. Toquei o foda-se e mandei todo se foder, incluindo eu mesma.
    Eu sei : ''De que adianta ser um gênio da escrita e ser gorda ?''
    Meu lado ''mundo rosa'' diria que adianta muito, ser inteligente como você é. Mas veja, eu sei que não adianta. Por que as pessoas não abrem sua cabeça pra ver o que tem dentro sem antes olharem o que você tem por fora.
    Então vamos a luta, é o que o mundo nos obriga a fazer .
    :*

    ResponderExcluir
  8. O seu texto está perfeito, descreve bem o que todas nós passamos, eu por exemplo nem quero sair de casa por causa dos olhares eu sei que olham pra mim... Mas infelizmente tenho que sair....
    Estou voltando, aos poucos quero emagrecer de vez. Esse vai ser o nosso ano. Saudades de ti

    ResponderExcluir
  9. Ahhhhh e obrigada pelo comentário no blog , Any vc é linda, vc pode não achar porém suas palavras dizem isso, eu não te conheço pessoalmente mas os seus versos o dizem... Eu também te amo! esse vai ser o NOSSO ANO!

    ResponderExcluir
  10. posso ler esse texto mil vezes menina, eu adoro como escreve e força em, vc ainda vai ter um final feliz

    ResponderExcluir