sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Mia

Passei a tarde com esta gorda fraca e nossa, como ela me deu trabalho! Já vinha desde o aniversário dela comendo como louca, só que percebi que as miadas vinham diminuindo, então passei "Calma aí tá pensando o que?" querendo se livrar de mim Any, onde já se viu? Hoje ela entrou no automático, enquanto a mãe dela gritava dizendo pra ela como ela é inútil e gorda, ela descascava batatas inglesas. Quatro batatas. Descascava na intenção de fritar para comer. Foi que ela fez. Começou a comer as batatas fritas. Que gostosas não é? Então come come e come... Eu só observava, queria ver até onde a burrice dela chegaria. Chegou na quarta batata. Na quarta batata ela já estava empanturrada lerda. Percebi ela olhar para o prato, sentir o cheiro, que já não era tão agradável, ela via os lenços se despedaçando de tanta gordura. Então eu ri. Eu ri alto. Ela já estava em mim, já planejava como seria. Depois do terceiro prato ela não tomou mais refrigerante, não tomou porque sabe que o excesso de líquido atrapalha. Ela já estava cheia, enjoada. Mas ela comeu, até a última. Quatro batatas. Come desgraçada. Um gole de água natural. Cinco minutos... 5 ... 4 ... 3 ... 2 ... 1 ... Agora! Entra no banheiro, facha a porta, acende a luz, mp3 a toda altura. Confere. Tampa levantada, recipiente com água no chão. Tudo ok. Pode começar. Ela molha os dedos indicador e médio pra facilitar a ânsia. Movimente, aperte, aguente. Ela coloca aquilo pra fora, ela tem nojo, então pra que ela come? Vou dizer a vocês miar batata frita com refrigerante não é legal. Any aprendeu da pior maneira. Percebi que ela estava parando. "Esta bom" Não não está, eu respondi. "Já não agüento" Agüenta sim, continua. Ela me obedece, ela tem que obedecer. Seus olhos cor-de-nada estavam vermelhos, pediam por clemência. Continue. Quarto batatas. Force um pouco mais. "Já não está saindo quase nada" Continue, force. Mais um jato de massa e gordura veio com toda força, eu disse a ela: Você não sabe de nada criança, você ainda tem muita comida gorda nesse estômago. Continue, force mais. Isso! Viu? Me ouça, me siga. Mais um jato. Quatro batatas. Não chore, não pare. Molhe os dedos. Continue. Se não fosse tão fraca não estaria aqui, se não comesse já seria magra, você não dá orgulho. Vamos force. Chorar já não adianta! Ela começou a sentir uma dor aguda no meio das costas que parecia atravessar seu corpo e tocar o estômago. Fracassa, já quer parar? Devia vomitar teu estômago, só assim pararia de comer. Continue. Molhe os dedos. Mais um jato. Continue. Quatro batatas. Bile. Vomite a bile. Continue. Vomite a saliva. Vamos continue. Desistiu? Sua fraca! Ainda não era o bastante, mas tudo bem, dessa vez ela aprende. Limpa o banheiro, descarga 1, 2, 3. Desinfetante. Banho. Ela banhou, lavou as louças. Banhou novamente. Então ela pôs o jantar para cozinhar, tomou comprimidos de franol, limpou o chão. Banhou novamente. Ela viu gordura na louça, nas comida, no chão. Ela se sente suja. Alguém avisa pra ela que banho não tira banha. É louca essa menina, e é dessas que eu gosto. E vocês não venham falar que sou má. Ora, Any tem que me agradecer, hoje pelo menos ela poderá transar! Não sem culpa é claro porque continua uma vaca, mas pelo menos o estômago não vai estar estufado. As dores são o de menos, quem se importa? Ficarei ao lado dela e devo vos lembrar: ❤ O vazio é bom. O vazio é forte. ❤

13 comentários:

  1. Caramba!!!
    não sei o que dizer
    força amiga, estarei sempre por aqui
    sei que é meio estranho dizer isso mais...
    amei o post a forma como descreveu tudo em terceira pessoa
    amei mesmo sério
    bjs
    Força vai dar tudo certo

    ResponderExcluir
  2. sempre assim. é ruim na hora mas só tento pensar na parte de que 'o vazio é bom , o vazio é forte' posso te desejar força ? força! vou te acompanhar a partir de hoje , gostei de você.
    sou nova aqui.

    ResponderExcluir
  3. Nossa... (;-;) ...Eu sei como é... dói tanto em saber que o dia inteiro você consegue ficar sem comer e do nada vem aquela vontade horrível de devorar tudo... a sensação depois é a pior.. pelo menos temos uma brecha com a Mia para ajudar.. mas força aí flor!!! E uma coisa toda vez que sentir vontade de comer pense 10 vezes de que como seria bom 5 kg mais magra daqui 1 semana ...daqui 3 semanas mais 15 kg... e toda fome passa tá.. tenha força e fé!!
    Boa sorte flor qualquer coisa estamos aqui pra te ajudar!!! Bjos!!! Vai dar tudo certo!!

    ResponderExcluir
  4. Ah caraca. Essa galera que escreve bem. Gostei bastante . Já fazem ...caraca ,6 meses que não meto os dedos na garganta. Mas ainda fico tentada.
    Eu fazia exatamente como você, mas nunca achei que precisava molhar os dedos...Sempre vomitei até tremer, imagino que você também .
    O melhor é parar de vomitar, que isso deixa a gente meio ''AAH, COME COME COME... e vomita'. Nunca chega ao meio termo. Se você come um monte,você vomita, e se não come um monte, não come , e não vomita. E seu coração vai pro saco, vomitando E tomando franol.
    As vezes a mia, num quadro total, acaba mais Fodendo a todas nós que ajudando em qualquer coisa.
    Tenta baixar o desespero, sei que é Foda, mas tente.
    :*

    ResponderExcluir
  5. Any minha boneca :)
    E isso.... dor, tristeza.....
    Ando sumida dos blogs, sumida por nao ter nada de bom para compartilhar, loucuras, merdas, mais loucuras, mais merdas, internet podre, enfim....
    Agradeco por ter tu cmg todos os dias
    Amo vc minha linda
    ( to chorando agora )
    Prianaemia.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Eu imagino como é dificil lidar com tudo , sendo que o tudo são apenas problemas. As vezes a gente sente falta... falto de apoio de alguém, falta de que alguém se preocupe, falta de elogios, apenas falta. E não encontramos soluções para nada. A mia te ajuda agr, mas tenta não optar para ela. Ao msm tempo q ela te ajuda, ela trás junto uma sensação de se sentir uma merda.
    É dificil tbm dizer para não comer, pq as vezes todas nós temos compulsões. Só q a mia não é a melhor solução disso, apenas a mais rapida.
    Vc é forte, eu sei que é. Vc vai conseguir superar as dificuldade.

    Bjj frôo e se cuida.

    ResponderExcluir
  7. Sei bem como é tudo isso Any, e nooooossa como eu senti tua falta!!!! muita mesmo!
    Estou de volta ta! Mia é nossa amiga ,mas as vezes e só as vezes detona a gente. eu estou assim vários problemas por conta dela, vê se deixei, rsrs! não dá. ela nos quer perfeita!

    Força!

    ResponderExcluir
  8. Oi, Any.
    É engraçado como eu nunca personifiquei a bulimia, talvez porque nunca me entreguei totalmente à isso, tenho uma relação de parente distante com esse transtorno. De qualquer forma, com o seu texto eu pude lembrar como era quando eu personificava a anorexia, nunca o fiz de forma encantadora e idealista como a maioria das pessoas faz, "ela" era horrível como a sua Mia.
    Pude ver traços meus no seu texto.
    Espero que você tenha forças para viver uma vida que te dê orgulho de ser sua.

    ResponderExcluir
  9. Any, sei o que voce esta passando, sinto tudo isso que voce escreveu, fico triste por vc esta tao mal, queria poder te ajudar de algum modo, mas eu vou sempre ta aqui pra te ajudar se quiser me procurar!! Voce é uma fonte de força e exemplo pra mim.
    Sempre te vejo determinada, enato continue forte flor
    Bjos

    ResponderExcluir
  10. Nossa, olha quero te desejar toda a sorte;. Me sinto identica a você.
    Força linda :/

    ResponderExcluir
  11. Eu nunca li um texto que expressasse tão claramente o sentimento de culpa, a raiva, o nojo... Para as meninas que querem "aprender a miar" essa aí é a Mia.
    Any meu amor, eu queria tanto que você ficasse bem, não desanime, não desista. Eu sei que dói, mas eu estou aqui contigo, distante, mas do teu lado, ok?
    Você é mais forte que a culpa, que a comida, mais forte que a Mia, mais forte do que qualquer coisa! Eu não desisti de te ver bem, e NUNCA vou desistir.
    Se cuida princesa.
    Estou contigo <3

    ResponderExcluir
  12. Há séculos não faço isso, lembro o quão ruim é miar.
    Se cuida.
    Beijos.

    ResponderExcluir