terça-feira, 7 de abril de 2015

Absurda

Não é culpa da vida, nem de quem me fez mal. Eu mesma me maltrato. Não é culpa da lua, nem do universo. Meu instinto segue doente, não sabe direcionar meu coração. Sempre menti para mim perdida no meu olhar. O que estou buscando agora se ja não resta nada? Despertarte Absurda! Não quero seguir pelo escuro! Eu nunca me quis eu só me fiz provar da loucura. Perdoa-te Absurda, vida não é isso... Quero levantar do chão, me vejo voar. Desisto desse jogo onde já sei que não vou ganhar... A princesa de um conto que não existe niña absurda diga adeus ao que se foi.

8 comentários:

  1. Profundo, poético e melancólico
    seus posts são únicos.

    Espero que fique bem .

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Ah essa música é linda ;)

    Hey Anahí, a culpa é das estrelas!!!
    Você nunca se perde quando segue o coração!
    A sua escuridão é uma ilusão, é impossível viver nas trevas quando se é uma linda estrela!
    Se vc quer levantar,erga-te!
    E se vc pode se ver voar, pode realizar esse voo pleno, visualizar é o primeiro passo para concretizar, sucesso!
    Desistir é para os fracos, e existe uma mulher forte dentro de vc,liberte-a!
    Vc poderá ganhar qualquer jogo na vida quando tiver autoconfiança e autoestima aí dentro desse corpinho, deixa essa diva poderosa encarnar no corpo que lhe pertence e não haverá ninguém capaz de derrota-la!

    Vou continuar a sua canção...

    "No seas absurda
    Siempre hay un verano despúes...
    Despúes del invierno."

    Besos =*

    ResponderExcluir
  4. Só tenho a te desejar força.
    Beijos, Queen.
    http://perfeicaoanaemia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Essa música... Meu Deus!
    Pode visitar meu blog? Gostaria muito de você lá http://perfectsbutterflies.blogspot.com.br/ <3

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Não desista flor! Não desista nunca dos seus sonhos!
    bjs

    ResponderExcluir