quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

gaiola





Estou presa. De mãos atadas. Numa gaiola de espinhos.

Ana fez isso comigo.

Todas as noites peço perdão a Deus por ser uma garota má. Por deixar a vaidade me dominar a ponto de me destruir. Mas ao mesmo tempo peço que me dê forças para continuar. Que me permita viver por mais algum tempo.

Porque sinto que vou morrer daqui a pouco. Mas não será uma morte repentina, na verdade já começou. O processo está em andamento.

É como tecer os fios da corda que você vai se enfocar.

Prevejo muito sofrimento. Dor física intensa, sentir eu me perdendo de mim. A dormência que sinto em meus pulsos passará a correr pelo corpo inteiro. Tudo quente com intensos calafrios.

Mas essa não é nem de longe a pior parte...

Quando minha família descobrir a minha doença qual? irão se culpar, sofrer, querer voltar no tempo e fazer direito. Vão sentir que estou indo. Frustração da falha. Meus pais deviam ter tido outros filhos.

Meu marido cairá em cacos, minha filha sentirá um eterno vazio. Me terá presente apenas por fotos. Mas eles terão um ao outro. O tempo cura a dor. Ele terá uma nova esposa, e minha princesa ganhará irmãos.

Isso tudo me faz acreditar no determinismo.

Que era meu destino ter minha filha com 14 anos justamente porque eu não chegaria aos 22.

Depois de pensar e repensar. Refletir. Ao invés de procurar a cura, me encontro decidida a continuar. Não posso parar, não antes de secar mais 10kg. Mesmo consciente da merda que estou fazendo, adotei a gaiola como um lar, ana virou minha referência materna. 

Um amor doentio.

É a minha obsessão.

8 comentários:

  1. Olá Any ♡
    Acho que meu comentário ficará gigantesco...

    Toda vez que vejo alguma garota dizendo: ' Sou nova nesse mundo Ana y Mia '. Penso em duas coisas: 1) ela não vai aguentar e vai sair logo, logo. 2) Não faz nem ideia do que é...
    Isto que vivemos não é vida! Claro que não! Todas nós, que realmente tem ideia do que é ter isso dentro de nós sabemos que quando alcançar á verdadeira meta, vai se ver mais gorda e vai querer perder mais. É um circulo vicioso, que nos enrola pouco á pouco. Não é brincadeira ficar dias sem comer. Chorar porque não pode sair com o marido, ou com á família. Ter uma crise de pânico, porque todos estão na praia e você não pode, porque está gorda demais pra usar um biquini. Trocar de roupa 50 vezes, porque nada que você usa fica realmente bom. É terrível! É doloroso! Se meu boy me segura pela cintura, me da uma crise de raiva, porque me sinto uma bola humana. Eu fico mentalizando, um dia você vai segurar só ossos. <~ normal? acho que não! Mas está é a nossa realidade, é a nossa " vida feliz " ser magra é a nossa obsessão.
    Eu já aceitei a morte, desde que a ' Cat ' entrou na minha vida. Eu sei disso, não vai demorar...

    Por enquanto.. Aqui na terra tenho poucas luzes para me acompanhar, você á Hina, a Sis! São meus pequenos pontos de luz. Gostaria de ir á praia algum dia com todas vocês. Sei lá, eu já me apeguei á vocês. ♡

    Um beijo reconfortante da Lua ♡

    #EstamosJuntas!

    ResponderExcluir
  2. Bom diaa! Tudo bem?
    É realmente muito triste tudo isso...
    Passando pra retribuir o carinho lá no meu cantinho.
    Bjs e volte sempre!
    www.venenosdepelucia.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Força amiga! Me adicionem em algum grupo do facebook ou como amigos https://www.facebook.com/jessica.lamberth1, preciso de amigas anas. XOXO

    ResponderExcluir
  4. Hello Any-chan que dor no coração ler essas palavras, dor essa que a hina sente por não poder abraçaá-la num momento esse de tanto dor,que sei q seguramos o dia todo,mas vc vai ver, a hina as vezes acredita que não estejamos doentes, q sejmamos meios loucas e q um dia alcançaremos o peso desejado e seremos felizes lindas e magras.. loucura ? a hina não sabe ao certo dizer.. sonho ? ela tbm não sabe, mas oq custa tentar fazê-lo real neh ? ><' se cuide any-chan linda, e vc não vai morrer, já estamos todos mortos só tentando dá um ultimo significado a tudo <3

    ResponderExcluir
  5. essa nossa vida é triste mesmo e nos causa muita tristeza.feliz de quem quer e consegue se tratar.
    Mas só pensamos em ser magras e nos vemos gordas o tempo todo, umas de nós somos mesmo gordas ainda mas já temos em nós odo o transtorno alimentar e mesmo assim perdemos peso, mas ouras são magras e se acharam eternamente gordas.
    Força , não desanime

    ResponderExcluir
  6. Uma bela gaiola de ouro
    Desta deslumbrante armadilha és cativa
    Semelhante ao passarinho
    Depois de muitos anos no cativeiro
    Mesmo com a porta da gaiola aberta
    Não se atreve a sair
    Pois desconhece a liberdade

    ResponderExcluir
  7. Nossa, seu texto me deixou atordoada. Sou Ana/Mia há um tempo, eu conheço sua dor. Conheço bem até..
    Dá uma passadinha no meu blog. detalhesecreto.blogspot.com.br
    vou lhe seguir =)

    ResponderExcluir
  8. sinto sua dor,sofro muito tambem. mas tamo junto.
    da uma passadinha no meu blog? http://diaryofaskinnyboyproana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir