domingo, 10 de julho de 2016

Sem título decente





Estou prestes a surtar. Respira Any...
Acabei de escrever um post super espontâneo, e apaguei tudo num clique. Agora tentarei reescrever e só sairá merda.

Muito bem. Eu dizia que...

Chega uma hora em nossas vidas que ou descemos para um lugar ainda mais escuro que o fundo do poço ou nos agarramos a qualquer coisa - ainda que sejam em rochas pontiagudas - e nos reerguemos. Escolhi a segunda opção. Tirando força de onde não existe você se apoia sem pensar nas consequências que seu apoio poderá lhe causar. Eu me agarrei a ana, voltei para o franol, aos jejuns, aos pensamentos doentios.

Todos esses dias que vivi como uma garota normal só serviram para me mostrar que aquilo não sou eu. Não estou pronta para procurar a cura.

Eu não consigo ser meio termo.
Eu sou intensidade.
Eu sou por inteiro.

Eu fazia todas as refeições, lanchava com os amigos, com a família me fazia mais presente, parecia mais "forte". Era uma mentira descarada. 
Não era eu.
E agora a ana cravou suas longas unhas cor-preto-avermelhado em mim, e parece que meu sangue é o esmalte que as colore.

Eu me entreguei a ela mais uma vez. Era isso ou eu voltaria a provocar o vômito, e para mim não existiria derrota mais humilhante que me entregar ao que me fez perecer.
Sinto que devo satisfações a vocês, são minhas magrelas e me apoiam até nos piores momentos dessa minha existência insignificante. Tudo que acontece eu preciso lhes dizer, levo seus conselhos com muita seriedade, seus elogios me trazem uma felicidade tão real que sinto o rubor em meu rosto, assim como os sermões me fazem refletir. Obrigada.

Hoje, ao longo do dia pude experimentar sensações das quais senti muita falta. O coração acelerado, as tonturas, as náuseas, a boca seca, as mãos trêmulas e frias, meu estômago se contorcendo desacostumado com o vazio. Tudo isso já fazia parte de mim. Senti-me uma farsa sem essas sensações. Era como ser uma dependente química em abstinência. Eu precisava de franol. Não me julguem. Demorei muito para encontrá- lo, agora estou a o namorar. Paguei oito reais no desgraçado, um absurdo!!!
Más com certeza encontrá-lo foi uma das felicidades do meu fim de semana. A outra foi baixar o novo álbum da Ariana Grande *____* meus olhinhos brilham, nunca fui tão bem preenchida por música desta maneira. Se eu tivesse um pc, colocaria como playlist do blog. Enfim, além de sua música Ari tem me cativado por sua magreza perfeita, por seu estilo, e muito por seu novo hair que se converteu em um longuíssimo ombre hair que beira a perfeição. I'm sorry Anahi, não tenha ciúmes, também irei baixar seu novo álbum. Só para as curiosas abaixo vão as capas dos novos álbuns e seus respectivos nomes:


Dangerous Woman amo


Inesperado 
o irônico é que passei três anos esperando por ele mas ok


Bem, em relação a dieta o plano é não comer mesmo, ou o mínimo possível. Nos próximos posts irei mostrar-lhes meu novo plano de exercícios. Não mostro logo porque quero realmente segui- lo antes de anunciar. Sem exercícios meu corpo jamais ficará como desejo.
Estou tentando manter a sanidade mental imaginando que posso ficar bonita se tentar. Tetarei manter essa linha de pensamento... Ah! Estou com post muito polêmico quase pronto - ainda refletindo se devo postar ou não - somente a Senhora Psicótica sabe o que é. 

O que vocês acham da liberdade de expressão? Tenho medo de assustar vocês quando me deixo escrever sem censura. Hahaha que medo.


Enfim... Fiquem minha diva maravilhosa.


13 comentários:

  1. Oi flor, eu acho que você deve postar sobre o que quiser no seu blog e eu sempre vou ler, porque é seu cantinho, pra voce ser e pensar o que voce realmente é, porque se não for aqui, onde voce vai se expressar né? Vai fundo e posta esse seu post que eu fiquei curiosa!
    Eu não tomo franol há anos, mas na época, pagava 5 a 7 reais nele dependendo da farmácia, as vezes sinto saudade do ECA, mas não posso voltar a tomar, porque fico mal mesmo com ele, só de chegar perto de cafeína já me dá tremedeira, sera que fiquei com algum problema, ou é psicologico? Mas enfim, fiquei triste por saber da sua decisão, mas a gente quer o que gente quer, e se isso te faz feliz, sempre estarei a te apoiar, conte comigo!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi, Any!
    Como você disse, quando estamos no fundo do poço, temos duas opções: nos deixar ir para um lugar mais fundo ainda, ou nos agarrar em qualquer coisa que seja e tentar nos reerguer. Às vezes, a única coisa que enxergamos para nos agarrar é algo que fere como a morte e dói como o inferno, mas ainda é estar vivo, acho... A sensação que você experimenta agora me é familiar, extremamente. Aliás, bem ontem, em meio a uma crise de choro, eu me imaginei dividindo as refeições em 3, seriam 3 maçãs, uma cedo, uma à tarde, uma à noite. Na minha cabeça definhar seria melhor, a fraqueza, sem pensamentos, é amortecedor, quase nem dói... Não o farei, mas nós todas sabemos o quão tentador é.
    Queria que você ficasse saudável, que cuidasse do seu corpo, que sorrisse, que não sentisse tonturas ou tremores, que não tivesse palpitações. Que não adoecesse. Nunca iria querer vê-la mal, então é claro que sua escolha dói em mim, mas como amiga, estarei do seu lado em todos os momentos. Sempre.
    Sobre a postagem polêmica, fiquei bastante curiosa (sou muito curiosa, sabia?!) então espero que você poste em breve! E sobre liberdade de expressão... Eu acho que tudo pode ser dito, a questão é a forma como se diz, para quem se diz, e com que intenção se diz. Somos escravos de nossas palavras, escritas ou faladas.
    Um abraço carinhoso pra ti, Any! Cuide-se como puder, sim?
    p.s.: Que linda a Anahi na capa do álbum, gente!

    ResponderExcluir
  3. Vamos conseguir juntas fazer os exercícios. Eu tou precisando muito voltar.
    Faz LF! e toma cuidado com o remédio.
    A contagem regressiva no meu blog é por causa de um desafio que existia no orkut que era 100 dias pra fazer uma reeducação alimentar com algumas restrições que a pessoa se obrigava a passar e alguns desafios em grupo.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  4. "Chega uma hora em nossas vidas que ou descemos para um lugar ainda mais escuro que o fundo do poço ou nos agarramos a qualquer coisa - ainda que sejam em rochas pontiagudas - e nos reerguemos. Escolhi a segunda opção. Tirando força de onde não existe você se apoia sem pensar nas consequências que seu apoio poderá lhe causar. Eu me agarrei a ana, voltei para o franol, aos jejuns, aos pensamentos doentios."

    Quanta inspiração em um único parágrafo!
    Amiga, eu realmente me entusiasmei com seu post, fazia tempo que eu não lia algo tão inspirador assim.
    Eu entendo você quado diz que "aparentar ser normal é uma farsa" - parafraseando.
    Eu tenho travado uma dura batalha contra a compulsão, e exatamente hoje tomei a decisão de mudar de vez minha vida. Mesmo que para isso eu precise jejuar até desfalecer, tomar laxantes, cortar açúcares, sal, e carboidrato.
    eu descobri que estou a poucos quilos de uma depressão profunda. Eu não quero mais isso!
    Obrigada por fazer esta postagem amiga! Obrigada por ser minha amiga!
    Você é muito determinada e tenho certeza que vai conseguir retomar ao seu real estilo de vida.
    Agora, mudando drasticamente de assunto, esqueci de comentar no post anterior que, sinto muito por seus planos para a ruivísse tenham sido adiados, mas não perca a fé, você vai conseguir.
    Sobre o cd da Ariana PEQUENO, não sou capaz de opinar. AHAHAHAHAHAHAHA.
    Como assim você ainda esta decidindo se vai postar ou não o tal post polêmico?
    Amiga, eu necessito ler este post, inclusive já tenho em mente todo o desabafo que farei como comentário.
    Aguardo ansiosamente esse post, que cá entre nós já se tornou um parto.
    Acho que não preciso dizer que adorei muito esse post <3
    Abraços minha querida, e não esqueça que estamos juntas nesta guerra contra a balança, continue a postar. <3

    ResponderExcluir
  5. Não pense você que é uma das únicas que sem anorexia não vive, e se engana quem pensa que o grau da anorexia só chega a esse ponto em mulheres, nada haver, sou só sexo masculino e tenho a certeza de que meu Transtorno Alimentar já tomou conta 100% de mim e sem ele eu não consigo nem viver da mesma maneira. A identificação foi tanta que eu me senti falando por você.

    Eu sou Arianato, Any, só tem hino no novo álbum da Ariana, é como se este estivesse superando os outros, não que os outros sejam ruins, também são ótimos, mas este é maravilhoso! Ariana é tão nova, mas tão independente, rica, talentosa, magra, bela... Se eu nascece mulher queria ter nascido ela! Hahaha!

    Ei, cadê a liberdade de expressão, este é o seu blogger, como se fosse uma casa, e como toda casa tem uma porta, portanto se alguém não gostar que se retire-se pela porta. Também fiquei curioso em saber do que se trata!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, e uma pergunta: Qual é sua música favorita da Ariana?

      Excluir
  6. Amiga realmente eu percebi que comer normal não dá certo.
    Temos que nos policiar a todo tempo.
    Pode se expressar eu gosto de ler.

    ResponderExcluir
  7. Amiga realmente eu percebi que comer normal não dá certo.
    Temos que nos policiar a todo tempo.
    Pode se expressar eu gosto de ler.

    ResponderExcluir
  8. Oi Any ♥

    O blog é todo seu, e gostamos do seu jeito de ser. Realmente eu concordo com você... A Ana se resume, em apenas - não comer -

    Beijos
    Stay Strong!

    ResponderExcluir
  9. Não fica pra baixo minha borboleta perfeita.Estou numa abstinência de TUDO, e me sinto bad. Fica bem e forças!

    Contigo ever!

    ResponderExcluir
  10. adoro polemica.
    somos oito ou oitenta, ja tomei isso como verdade pra vida, ou fico gorda com noventas quilos, ou entro na luta pra chegar aos 57. força

    ResponderExcluir
  11. Any chan seu blog eh o cantinho para vc mostrar qm es de verdade sem medo de criticas, pois aqui podes tirar todas as mascaras, somos uma familia liberal HSASUAHSA', já q voltaste ao franol estou torcendo para q consiga alcançar seus obejtivos e post logo logo um foto sua ali sendo vc a thinspo ^^ <3 *abraços da hina'*

    ResponderExcluir
  12. Nossa, adoro a sensação de fraqueza, pra mim significa que todo o esforço que estou fazendo esta dando resultado.
    Pode postar o que quiser no seu blog, ele é seu haha.
    Força.
    Comecei a te seguir agora, estou voltando ao meu blog e quero conhecer novos blogs.
    Beijos de luz :*

    ResponderExcluir