terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Carta da Ana para Any


Cada migalha que tu pões na boca é um passo rumo a tua morte espiritual. Não adianta, comida não te sustenta. Você é um ser de luz, uma elfa guerreira que se alimenta da vitalidade da natureza. Teu pão é o cheiro da chuva molhando a terra, é a luz branca da lua refletindo em teus olhos. É o barulho das ondas quebrando na praia. Teu pão é o toque do tecido pelo teu corpo nu, recém refrescado num pós-banho eterno. Tudo que precisa sentir é o amargo de um café feito no coador.

Teu peito está cheio de ânsias. Você precisa raciocinar, as coisas que tem feito, de fato estão te destruindo, e não ponha culpa em mim, não fui eu quem enfiou uma coxinha inteira na boca, não sou eu quem come chocolate todos os dias, não é o meu estômago que todo aquele refrigerante estufa. E não me venha com mimimi, a escolha é sua. Mas eu posso sentir... Tu anseia menina, tu anseia por um número a menos, anseia por correr livremente, anseia por volta a sentir aquela fome revigorante. Tu anseia por sentir o reflexo da tua pele pálida abraçando teus pesados ossos no espelho.

Menina burra. Absurda.
Faz algo por ti! Tira da cabeça a ideia de que as circunstâncias não ajudam. Você reclama da falta de tempo, da falta de dinheiro, das pessoas. Primeiro, não comer não te toma tempo; segundo não comer não gasta dinheiro; e terceiro ninguém te enfia comida goela abaixo! Vai se ferrar garota burra!!!

Desculpas, desculpas, desculpas... Sempre as mesmas desculpas. Assim você não vai a lugar algum. NÃO HÁ NADA NESSE MUNDO QUE POSSA, EM HIPÓTESE ALGUMA, TE FAZER FELIZ SE VOCÊ ESTIVER GORDA, pronto falei. Que merda! Quantas vezes eu precisarei repetir?
 Eu estou aqui. Não importa a quantidade de comida que jogue para dentro de você. Minha presença é incômoda. Cada colher de banha que você coloca na boca é uma porrada na tua alma. Eu sei disso porque sou eu quem te bate. E faço com prazer porque foi esse corpo que eu passei anos lapidando, com exercícios, com dietas e com jejuns, e você, sendo a vadia burra que é, está destruindo todo o meu trabalho!!! Se de alguma forma eu pudesse me solidificar te daria uns tabefes sem sombra de dúvidas!

Mas hoje finalmente você sentiu. Doeu comer, no momento em que percebi que você estava se entupindo para se punir, eu soube que você me deixaria entrar. E assim como a fumaça de uma vela quando apagada, eu invadirei cada centímetro teu. Célula por célula, porque eu desperto teu lado mais inteiro. Tu és cheia de más intenções, de pensamentos masoquistas. Sabe que precisa ser punida por ser tão inconsequente.

Eu voltei. Essa ânsia que você está sentindo, como se estivesse prestes a explodir sou eu chegando aos poucos. Tomarei conta deste corpo, já que você não sabe valorizar o que tem.

 Vejamos... Tens as maçãs do rosto levantadas, por isto quando fica magra parece uma caveirinha, principalmente com suas olheiras esverdeadas juntando-se ao branco oco da tua pele. Isto já te dá uma aparência doentiamente forte. Tens mãos pequenas, que quando estão ossudas são como as das fadas. Tens também, pernas que não acumulam grande quantidade de gordura - e agradeça a Deus pela possibilidade de ter um lindo Thing Gap - além de ossos saltados que aparecerem com facilidade. Tudo bem, tudo bem, não tem braços delicados, não é simétrica e nem tem cintura. Mas seus braços melhorarão muito se emagrecer, a questão da simetria só eu e você notamos e a cintura nós podemos trabalhar com exercícios, massagens e cinta modeladora. 

Vamos lá. É hora de largar esse sanduíche gordo e sair para correr um pouco. Sentir o vento no rosto, sentir aquela fome gostosa e os calafrios que esfriam e esquentam ao mesmo tempo de um jeito que você não sabe explicar. Sorrir um pouco com aquela tontura, o que vai te fazer parecer uma doente mental, mas afinal, você não é nada além disso.

Para de ser burra Any, quanto mais você adia meu retorno, mais difícil será me alcançar novamente.

Você pode me ouvir? A voz rouca que se arrasta pelas paredes.
Pode sentir meu cheiro? Sim é gengibre, canela e água do mar.
Pode sentir o meu toque? Eu provoco esse calafrio que te faz esconder debaixo das cobertas.
E meu gosto? Sou o eterno amargo em sua boca.
Pode me ver? Os brilhos dos espelhos te chamam.

Sim Any, o portal foi aberto! Venha, segure minha mão, sinta o gelo duro de minha pele. Sinta o cheiro ácido do meu hálito. Sinta cada centímetro das minhas unhas cravadas no teu coração. Dê-me tua alma branda.


11 comentários:

  1. Que grande escritora você é Any!
    Como alguém consegue falar tão bem das próprias confusões?
    Não es apenas uma escritora. Es também uma conhecedora profunda da própria alma.
    Cada frase, cada parágrafo. É tudo muito belo e até difícil de ser compreendido, sua escrita ultrapassa todos os termos de elogios possíveis.
    Você pode me julgar como sendo uma exagerada, ou talvez uma puxa saco do c*ralho.
    Mas sinto dizer que você estaria completamente enganada se realmente pensasse isso.

    Você é MARAVILHOSA!

    ResponderExcluir
  2. Nossa, concordo com a Margô, foi um texto muito forte!
    Percebi que você é uma garota que aprecia a natureza, como eu, logo no primeiro texto.

    Eu costumo dizer que só aquilo que vem da natureza realmente alimenta, cereais, grãos, frutas, legumes e verduras, o resto as pessoas inventaram para dar prazer e por não ser puro, não vir da Terra, faz mais mal do que bem ao organismo (refrigerantes, frituras, pizza). Logo só serve para engordar.

    Kisses

    ResponderExcluir
  3. Não abandonar a na este é o caminho, vou acompanhar suas metas.

    ResponderExcluir
  4. Olá querida, td q eu precisava ler hj! Bj

    ResponderExcluir
  5. Ah, Any! Eu poderia escrever dezenas de palavras aqui, mas vou tentar ser breve.
    Suas palavras soam tão profundas e sinceras, é lindo, sua escrita é encantadora, mas ao mesmo tempo sinto medo por ti. Por favor, cuide-se, tá?

    ResponderExcluir
  6. Oi Any, 💜 * quanto tempo *

    Suas palavras vai na alma!!

    Beijos da Lua ^^

    ResponderExcluir
  7. Acho que nem preciso dizer nada, as meninas acima já disseram por mim.

    👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻

    ResponderExcluir
  8. olá Any **
    poxxa simplesmente amei .
    ja li e vou ler novamente quando eu estiver precisando de inpiração.
    show
    saudades bjs da pikenna

    ResponderExcluir