segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Exercícios


O suor escorre pelas costas. Uma longa e depressiva trilha até o infinito fim.

Calorias estão contidas naquela água maldita. É odioso suar. Tão odioso quanto necessário.

Aquele liquido sujo escoa por minha pele. Pele que cobre a banha.

A pele é o portal, eu e minha mania de portais que excreta a substância tóxica que tem me envenenado.

A banha gordurosa que preenche o vazio dos meus ossos. A banha faminta, parasita, que insiste em se multiplicar e multiplicar até não sobrar mais espaço para mim.

A banha que me impede de caber na calça 36.
A banha que me impede de caber num cropped.
A banha que me impede de caber num vestidinho florido.
A banha que me impede de caber numa lingerie sexy.
A banha que me impede de caber em mim.

A água desce escorregadia, “que ela leve todo o peso” eu desejo. Mas se vai apenas o suor. Porém com ele algumas calorias.

“Seja paciente” ela diz. “Você é como uma rocha, e eu sou o vento e a chuva a te castigar. Ainda que demore, com a minha ação sobre ti, tu nunca permanecerá igual a ontem. Grão a grão, pouco a pouco, eu tirarei este fardo de ti.”

Eu acredito em cada palavra. Suporto o maldito suor, esfregando com força debaixo da água fria. Removendo resquícios de um eu que já morreu. Uma casca empedrada que aos poucos se desfaz depois de cada exercício.

A fome é arrebatadora. “Vai valer a pena” ela disse. VAI VALER A PENA!

Tem que valer!

Ah, o suor escorre. Quente. Agora aconchegante. Nunca o suficiente. Sempre mais. E pouco a pouco, vai me despindo, do monstro, que eu mesma insisti em ser.


8 comentários:

  1. Any você voltou, fico muito feliz por isso. Espero que sempre escreva, e esteja aqui amiga <3

    ResponderExcluir
  2. Eu preferia andar 12h a suar 2h correndo. Baaa. Difícil.
    Sobre a cinta. Me livrou de pesadeloss mesmo. Pra mim é um milagre 3 refeições normais ao dia ( como até encher,e enche rápido por causa da cinta.) É demorado o processo mas o estresse é mínimo.

    ResponderExcluir
  3. Any que saudades dos seus textos!
    Sim, era assim mesmo que eu me sentia quando fazia exercícios, é como se sentissemos que a gordura sai junto com o suor.

    Estou tão feliz de estar de volta lendo seu blog.
    Senti sua falta

    Kisses

    ResponderExcluir
  4. Já disse o quanto eu gosto dos seus textos? Se não, que fique declarado hehe

    Parece falar por mim... obrigada!

    força!

    ResponderExcluir
  5. Como aprecio sua escrita, minha cara!
    Você disse algo sobre ter saudades da época em que eu me preocupava em perder peso e, das nossas conversas fúteis no meio da madrugada.
    Eu quero que saiba que, eu também sinto muita falta disso tudo. Sinto falta da blogosfera antiga e de tantas coisas que já vivemos neste universo virtual.
    Por favor me dê seu telefone no e-mail, precisamos conversar!

    ResponderExcluir
  6. É demorado. É cansativo. Dói.
    Mas vai valer a pena.
    Continue se esforçando borboleta ♥

    ResponderExcluir
  7. Any,

    Vai valer a pena! Confia.

    Força!
    Beijos

    ResponderExcluir