terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Carta da Ana para Any


Cada migalha que tu pões na boca é um passo rumo a tua morte espiritual. Não adianta, comida não te sustenta. Você é um ser de luz, uma elfa guerreira que se alimenta da vitalidade da natureza. Teu pão é o cheiro da chuva molhando a terra, é a luz branca da lua refletindo em teus olhos. É o barulho das ondas quebrando na praia. Teu pão é o toque do tecido pelo teu corpo nu, recém refrescado num pós-banho eterno. Tudo que precisa sentir é o amargo de um café feito no coador.

Teu peito está cheio de ânsias. Você precisa raciocinar, as coisas que tem feito, de fato estão te destruindo, e não ponha culpa em mim, não fui eu quem enfiou uma coxinha inteira na boca, não sou eu quem come chocolate todos os dias, não é o meu estômago que todo aquele refrigerante estufa. E não me venha com mimimi, a escolha é sua. Mas eu posso sentir... Tu anseia menina, tu anseia por um número a menos, anseia por correr livremente, anseia por volta a sentir aquela fome revigorante. Tu anseia por sentir o reflexo da tua pele pálida abraçando teus pesados ossos no espelho.

Menina burra. Absurda.
Faz algo por ti! Tira da cabeça a ideia de que as circunstâncias não ajudam. Você reclama da falta de tempo, da falta de dinheiro, das pessoas. Primeiro, não comer não te toma tempo; segundo não comer não gasta dinheiro; e terceiro ninguém te enfia comida goela abaixo! Vai se ferrar garota burra!!!

Desculpas, desculpas, desculpas... Sempre as mesmas desculpas. Assim você não vai a lugar algum. NÃO HÁ NADA NESSE MUNDO QUE POSSA, EM HIPÓTESE ALGUMA, TE FAZER FELIZ SE VOCÊ ESTIVER GORDA, pronto falei. Que merda! Quantas vezes eu precisarei repetir?
 Eu estou aqui. Não importa a quantidade de comida que jogue para dentro de você. Minha presença é incômoda. Cada colher de banha que você coloca na boca é uma porrada na tua alma. Eu sei disso porque sou eu quem te bate. E faço com prazer porque foi esse corpo que eu passei anos lapidando, com exercícios, com dietas e com jejuns, e você, sendo a vadia burra que é, está destruindo todo o meu trabalho!!! Se de alguma forma eu pudesse me solidificar te daria uns tabefes sem sombra de dúvidas!

Mas hoje finalmente você sentiu. Doeu comer, no momento em que percebi que você estava se entupindo para se punir, eu soube que você me deixaria entrar. E assim como a fumaça de uma vela quando apagada, eu invadirei cada centímetro teu. Célula por célula, porque eu desperto teu lado mais inteiro. Tu és cheia de más intenções, de pensamentos masoquistas. Sabe que precisa ser punida por ser tão inconsequente.

Eu voltei. Essa ânsia que você está sentindo, como se estivesse prestes a explodir sou eu chegando aos poucos. Tomarei conta deste corpo, já que você não sabe valorizar o que tem.

 Vejamos... Tens as maçãs do rosto levantadas, por isto quando fica magra parece uma caveirinha, principalmente com suas olheiras esverdeadas juntando-se ao branco oco da tua pele. Isto já te dá uma aparência doentiamente forte. Tens mãos pequenas, que quando estão ossudas são como as das fadas. Tens também, pernas que não acumulam grande quantidade de gordura - e agradeça a Deus pela possibilidade de ter um lindo Thing Gap - além de ossos saltados que aparecerem com facilidade. Tudo bem, tudo bem, não tem braços delicados, não é simétrica e nem tem cintura. Mas seus braços melhorarão muito se emagrecer, a questão da simetria só eu e você notamos e a cintura nós podemos trabalhar com exercícios, massagens e cinta modeladora. 

Vamos lá. É hora de largar esse sanduíche gordo e sair para correr um pouco. Sentir o vento no rosto, sentir aquela fome gostosa e os calafrios que esfriam e esquentam ao mesmo tempo de um jeito que você não sabe explicar. Sorrir um pouco com aquela tontura, o que vai te fazer parecer uma doente mental, mas afinal, você não é nada além disso.

Para de ser burra Any, quanto mais você adia meu retorno, mais difícil será me alcançar novamente.

Você pode me ouvir? A voz rouca que se arrasta pelas paredes.
Pode sentir meu cheiro? Sim é gengibre, canela e água do mar.
Pode sentir o meu toque? Eu provoco esse calafrio que te faz esconder debaixo das cobertas.
E meu gosto? Sou o eterno amargo em sua boca.
Pode me ver? Os brilhos dos espelhos te chamam.

Sim Any, o portal foi aberto! Venha, segure minha mão, sinta o gelo duro de minha pele. Sinta o cheiro ácido do meu hálito. Sinta cada centímetro das minhas unhas cravadas no teu coração. Dê-me tua alma branda.


quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Fotos

Tempos de desespero pedem medidas desesperadas.


🐼 Oi magrelas 🐼

Não prometerei data para visitá-las, porque tantas vezes quebrei o trato que já tenho vergonha de dar as caras. O tempo tem sido meu inimigo, tenho me dedicado inteiramente ao trabalho mas não estou tendo bons resultados. Penso se trabalhar sob tanta pressão é para mim. Cheguei a conclusão que não é. Não mesmo.
 O problema é que desistir não é opção, então me encontro em meio a um dilema tão grande e tão complexo que já não envolve só a mim ou depende só de mim. Tem muita gente envolvida, tenho que ser responsável e forte. Ser forte não é fácil.
Todo esse estresse tem acarretado um monte de coisas ruins na minha vida, cabelo caindo, pele ridícula, unhas parecem que nunca existiram, sexo de merda - isso é culpa de estar gorda também - além de não ter um pingo de confiança e voltar a ser chamada de gordinha... Trágico. E “de quebra” perco meu dom para escrever.

Sempre reclamando não é? Nunca resolvo nada.

Mas como eu disse, medidas desesperadas...

Resolvi me expor, mostrar a triste realidade que me rege. O intuito do post é mostrar como eu estava e como eu estou agora, o que deveria ser um antes e depois feliz, é um completo desastre.

Isso é para eu aprender o que é ficar por tanto tempo sem a ana.


Espero que estejam de estômago vazio para que não vomitem.

Agora com 72kg








Como era com 58 kg (mais ou menos em maio de 2016)







Minhas metas estão dispostas da seguinte forma:

Estou com 72 kg

Aí ficam assim:

68 kg
64 kg
60 kg
58 kg
56 kg
54 kg
52 kg
50 kg

Ainda preciso estipular datas.

É, eu sei. Mas tomem como exemplo. Não ignorem a ana.

💋💋💋💋💋

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

🐷🐖🐷🐖🐷🐖🐷🐖🐷🐖🐷🐖🐷🐖🐷

🍃Quanto tempo?


Acho que nem sei mais escrever aqui. Estou só passando para avisar que estou com 75 kg novamente. Extremamente gorda e desanimada com minha aparência. Arranjei um emprego que está sugando minha vida e minha sanidade mental. Passei para história na faculdade estadual de onde moro. Mas nada funciona quando se é gorda, nada nada funciona. Porque sou gorda gorda gorda.
Não tenho mais nada para dizer além do que todos podem notar, estou imensamente gorda. Mas a ficha só caiu agora que irei entrar para sonhada universidade parecendo um leitão. Reclamar não emagrece, eu sei. Preciso fazer algo. Tenho tentado mas não tem dado certo, não estou entregue a ana. Depois da queda de cabelo fiquei cheia de receios, daí só engordei.

💔Estou bem triste por mim💔

Tentarei passar em todos os blogs até domingo.

Cuidem-se magrelas ❤


Assina a leitoa
🐷🐖🐷🐖🐷🐖🐷🐖🐷🐖🐷🐖🐷🐖🐷